A escola do seu filho promove (ou não) o sucesso escolar?

Ministério divulga escolas do 5º ao 9º ano que mais ajudam os alunos a melhorar os resultados. A TSF explica como fazer a busca. A base de dados inclui escolas públicas e privadas.

O Ministério da Educação tem a partir desta quarta-feira uma nova ferramenta na internet que permite saber se as escolas do 2º e 3º ciclo estão a conseguir promover o sucesso escolar dos alunos.

O portal Infoescolas passa a reunir os resultados de mais de 2 mil escolas do 2º e 3º ciclo. O site está disponível desde agosto, mas só tinha dados do ensino secundário. A nova versão inclui um novo indicador que pretende perceber qual o desempenho da escola naquilo que identifica como “promoção do sucesso escolar”.

No caso dos alunos do 3º ciclo, o indicador revela a percentagem de alunos que obtêm positiva nos exames do 9.º ano após um percurso sem retenções nos 7.º e 8.º anos. No 2º ciclo, é observada a percentagem de alunos que não chumbaram no 5º ano e que obtêm positiva nos exames do 6.º ano.

Em ambos os casos, e para evitar comparações injustas com escolas com contextos familiares, sociais e económicos muito diferentes, o Ministério compara o resultado de cada escola com o que aconteceu em todo o país aos alunos que tinham um nível semelhante no início desse ciclo de estudos.

Guia para conhecer o sucesso de cada escola

Para perceber o desempenho de cada escola, os pais podem entrar no site infoescolas.mec.pt e começar por escolher o ciclo de ensino. De seguida é preciso escolher o distrito, o concelho e a escola em causa.

O caso de uma escola que promove o sucesso escolar dos alunos com resultados acima do esperado para o contexto onde está inserida. A percentagem revela os alunos que obtêm positiva nas provas nacionais do 9.º ano após um percurso sem retenções nos 7.º e 8.º anosDR/Infoescolas

Selecionada a escola, os dados mais relevantes estão no fim e no indicador “Promoção do sucesso escolar”. As escolas com sinal + estão bem, as que têm sinal – estão mal e as + – assim-assim. As escolas que tenham uma diferença mais positiva entre os seus resultados (coluna azul) e os do país (coluna verde) são as melhores.

Exemplo de uma escola que falha na “promoção do sucesso escolar” dos alunos. Tem resultados piores do que outras com alunos de características semelhantes.DR/Infoescolas

O site do governo tem ainda indicadores úteis como a progressão dos resultados dos alunos a português e matemática, bem como a forma como os resultados dessa escola se comparam com os resultados de outras escolas que têm alunos com características sócio-económicas semelhantes.

Só 42% acabam o 9º ano sem percalços

Os dados analisados pela TSF permitem perceber que apenas 42% dos alunos concluem o 2º ciclo sem chumbos e com positiva nos exames de português e matemática do 9º ano.

Na divisão por regiões, os dados revelam, contudo, grandes desigualdades. Em Portalegre, por exemplo, apenas 31% dos alunos acabam o 2º ciclo sem percalços. Em Coimbra a percentagem chega aos 51%.

Quanto ao sucesso das escolas, as de Beja são, em média, as que menos contribuem para o desempenho dos alunos. As escolas de Lisboa, Porto, Faro e Viseu também ficam mal na fotografia, mas o sucesso dos estabelecimentos de ensino não é tão negativo como em Beja.

Do outro lado, destaque para Coimbra que é, claramente, a região onde as escolas mais contribuem para a melhoria do sucesso escolar dos alunos.

Anúncios

Deixe a sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s